fbpx
, ,

O importante papel da brincadeira na saúde mental infantil

Existe uma relação muito próxima entre brincadeiras e saúde mental infantil. À medida que as pessoas começam a questionar a necessidade de recreio e brincadeiras gratuitas para as crianças, os profissionais comportamentais estão examinando os efeitos que as brincadeiras têm no desenvolvimento das crianças. Os resultados mostram claramente que brincar não é uma atividade frívola, mas crucial para o bem-estar das crianças.

Playgrounds, seja em escolas ou parques comunitários, podem ser o palco para incentivar as crianças a dar os passos para uma vida saudável e equilibrada, incluindo uma melhor saúde mental, função cognitiva aprimorada e relações sociais equilibradas.

Brincadeira livre e saúde mental

O estresse é uma parte inevitável da vida, e existe o estresse positivo. O estresse positivo é aquele que resulta de coisas como o desejo de fazer bem o seu trabalho ou de uma gravidez. Um pouco de pressão positiva é saudável, mas quando se torna negativa, pode levar a problemas de saúde a longo prazo. A capacidade de diferenciar entre estresse positivo e negativo se desenvolve cedo, e a brincadeira livre tem um papel importante para as crianças.

Promovendo sentimentos positivos

Brincar não é apenas uma chance para as crianças relaxarem. As pesquisas sobre brincadeiras infantis mostram que ela traz inúmeros benefícios, sendo o mais óbvio o fato de promover sentimentos positivos. As crianças cujos pais permitem e as encorajam a brincar de forma não estruturada tendem a ser mais felizes e a se sentirem melhor consigo mesmas. Esse aumento da positividade demonstrou reduzir a ocorrência de comportamentos indesejáveis, como o bullying.

Brincadeiras não estruturadas permitem que as crianças se auto-regulem e aprendam a lidar com uma gama de emoções, incluindo raiva e frustração. Também ajuda as crianças a serem mais resilientes, pois os jogos e as interações no pátio da escola permitem que elas se tornem mais conscientes emocionalmente, capazes de lidar com o estresse e a decepção e gerenciar os desafios. 

A resiliência é crucial tanto para a saúde mental quanto para a saúde geral das crianças a longo prazo, especialmente quando se trata de gerenciar o estresse ou lidar com conflitos.

As crianças que vêm de lares infelizes ou que enfrentam outras adversidades se beneficiam ainda mais de brincadeiras não estruturadas, pois é uma oportunidade para aliviar parte do estresse negativo e desenvolver mecanismos de enfrentamento para superar seus problemas.

Desenvolvendo relacionamentos saudáveis

O jogo não estruturado permite que as crianças se socializem de acordo com suas regras. Elas aprendem a interagir com os outros, fazer amigos e manter essas amizades. Brincar demonstrou aumentar os vínculos emocionais nas crianças, pois as ajuda a desenvolver sua competência social. E elas fazem isso com a ajuda de um cérebro saudável, que fica mais saudável quanto mais as crianças se entregam a brincadeiras não regulamentadas.

Relacionamentos seguros também são cruciais para a saúde mental das crianças a longo prazo, permitindo que elas sintam um estresse mais positivo, o que, por sua vez, as ajuda a lidar com seus problemas mais tarde na vida. 

As crianças que vivem na pobreza ou em lares disfuncionais se beneficiam especialmente de relacionamentos seguros desenvolvidos durante as brincadeiras, especialmente se não tiverem um sistema de apoio adequado em outro lugar. O apoio emocional dos amigos é outra maneira de as crianças aprenderem a lidar com suas adversidades de maneira saudável e produtiva, levando-as a ter menos probabilidade de ter problemas de saúde mental à medida que crescem.

Cooperação e compromisso são duas soft skills que as crianças desenvolvem por meio de brincadeiras não estruturadas. Quando autorreguladas, as crianças aprendem a trabalhar em equipe e se tornam mais autoconscientes. Com a autoconsciência também vem a capacidade de simpatizar com os outros e praticar a compaixão. Essa inclusão social promove um maior sentimento de pertencimento, apoio e propósito — qualidades essenciais para manter uma saúde mental positiva.

Como brincar melhora a saúde mental

Mais de 260 milhões de pessoas sofrem de distúrbios de saúde mental — incluindo depressão — e esses sintomas geralmente começam na infância. Envolver-se em tempo regular não estruturado ajuda a depressão, dando às crianças as ferramentas de que precisam para ajudar a combater os efeitos negativos da saúde mental.

  • A atividade física aumenta os sentimentos positivos: a maioria dos tipos de brincadeiras ao ar livre envolve algum nível de atividade física, que a pesquisa mostra ter um impacto positivo na saúde mental porque aumenta as endorfinas naturais e promove uma maior autoestima;
  • Brincar ensina as crianças a lidar com conflitos: brincadeiras imaginativas dão às crianças o espaço e a liberdade de que precisam para abordar situações da vida real em seus próprios termos. Elas podem recriar conflitos e lutas em suas brincadeiras e aprender como chegar a uma solução que os ajude a se sentirem mais felizes e corajosos quando surgem situações da vida real;
  • É uma boa oportunidade para gastar energia: as crianças às vezes podem compartimentalizar ou reter emoções fortes, criando um suprimento reprimido de negatividade, raiva ou ansiedade. A brincadeira ativa é uma ótima oportunidade para as crianças usarem esses sentimentos em um ambiente saudável e controlado. Quando as crianças são livres para expressar suas emoções em seus termos, é menos provável que se envolvam em comportamentos potencialmente destrutivos;
  • Ele estabelece a normalidade e promove a cura: a infância é muitas vezes uma paisagem de panelinhas, estigmas sociais ou perturbações — playgrounds inclusivos são equalizadores. Eles fornecem a cada criança, independentemente de suas habilidades, um terreno neutro onde podem se reunir e fazer conexões sociais significativas, aprender a navegar em situações sociais e encontrar semelhanças com outras pessoas enquanto se divertem.

Melhore seu playground para brincadeiras ao ar livre

Um playground é essencial para que as crianças realmente deixem sua imaginação correr solta. Os elementos de um bom playground devem ajudar as crianças a desenvolver todas as habilidades sociais, cognitivas e físicas de que precisam para se tornar adultos bem ajustados e funcionais. As crianças devem ser capazes de sentir que têm controle sem medo de perdê-lo. Alguns elementos a serem incluídos em um playground para melhorar a experiência de brincar ao ar livre são os seguintes:

  • Incentivar a criatividade: sejam jogos de fantasia ou explorando seus lados artísticos, os playgrounds devem inspirar as crianças a soltar sua imaginação. Essa criatividade é crucial para desenvolver soluções únicas para problemas ou conflitos, lidar com situações estressantes e aliviar o estresse;
  • Desenvolvendo habilidades: as estruturas do playground são uma excelente maneira de as crianças verem em ação os conceitos teóricos que aprendem em sala de aula. Escorregas, balanços e caixas de areia desafiam as crianças a aprimorar suas habilidades cognitivas. E incorporar estruturas que promovam o trabalho em equipe ajuda as crianças a aperfeiçoar suas habilidades sociais e emocionais;
  • Aumentar a atividade: as crianças não vão à academia para se exercitar como os adultos, então brincar é como elas fazem o exercício de que precisam para se manterem saudáveis. Estruturas que incentivam escalar, pular e correr são ótimas maneiras de se exercitar enquanto se diverte. Há também estruturas de jogo projetadas especificamente para estimular o condicionamento físico dos jovens, tornando-as excelentes adições ao playground da escola ou do bairro.

Labor Playgrounds

Na Labor Playgrounds, nós executamos projetos para sua área de lazer de forma completa, com equipamentos recreativos de alta qualidade e que seguem as normativas de segurança da ABNT. Além disso, também oferecemos o serviço de manutenções periódicas para os equipamentos.

Entre em contato conosco para que possamos entender como podemos ajudá-lo a desenvolver o melhor projeto de acordo com a sua necessidade.

Av. Alexandre Cazellato, 4065. Betel – Paulínia/SP – CEP 13148-218

Desenvolvido por Inicial Comunicação