Como os playgrounds ajudam a combater a obesidade infantil

Como os playgrounds ajudam a combater a obesidade infantil

A obesidade pode colocar as crianças em risco de muitas complicações de saúde, incluindo pressão alta e colesterol, diabetes, asma, dores nas articulações e doença hepática gordurosa. Embora muitos fatores possam contribuir para a obesidade e possíveis soluções, uma maneira eficaz e divertida de combater a obesidade infantil é com um playground comunitário.

Como os playgrounds combatem a obesidade infantil?

Pesquisas mostram uma relação positiva entre o acesso a espaços verdes, atividade física e peso saudável entre as crianças.

A associação entre o combate à obesidade infantil e o acesso a parques e playgrounds não é tão simples. Vamos explorar algumas das formas pelas quais os playgrounds ajudam as crianças a evitar o excesso de peso e os problemas de saúde.

1. Incentive habilidades sociais e amizade

Estudos mostraram que crianças obesas têm problemas com relacionamentos com colegas. Por exemplo, um estudo descobriu que crianças com excesso de peso eram 1,7 vezes mais propensas a não gostar de seus pares do que suas contrapartes magras, e eram ligeiramente mais propensas a não gostar de seus pares. Um grande conjunto de evidências também aponta para uma ligação entre obesidade e bullying. Um estudo em 39 países descobriu que o peso dos alunos e sua percepção de peso e autoimagem os tornam mais propensos a sofrer bullying.

Se você está procurando ajudar a prevenir a obesidade infantil ou ajudar crianças com obesidade que podem estar lutando com seus relacionamentos com colegas, os playgrounds oferecem um ambiente ideal para interações sociais. As crianças podem participar de jogos em grupo e conversar enquanto brincam perto umas das outras. Todas essas interações podem ajudar as crianças a aprender habilidades sociais cruciais e desenvolver amizades.

2. Promova a atividade física

Embora muitas crianças de todas as categorias de peso não estejam fazendo exercícios suficientes, estudos confirmam que crianças com excesso de peso ou que lutam contra a obesidade geralmente têm níveis mais baixos de atividade física do que seus pares em categorias de peso saudável. É fácil ver, então, que aumentar os níveis de atividade física deve ser uma prioridade para crianças que lutam com seu peso.

Embora outros aspectos do controle de peso — ou seja, comer uma dieta saudável e equilibrada — também sejam importantes, promover mais atividade física pode ser uma abordagem útil para incentivar as crianças a manter um peso saudável. Por um lado, incentivar a atividade física não precisa prejudicar a autoestima das crianças, como outras intervenções podem. Na verdade, pode ter o efeito oposto, pois o exercício pode aumentar o humor e a autoconfiança de uma pessoa. A atividade física regular pode melhorar as habilidades de pensamento crítico e a memória de crianças de 6 a 13 anos.

A atividade física faz parte da saúde infantil, e não há lugar melhor para fazê-la do que no playground. Especialmente para crianças que moram em apartamentos ou casas com espaço ao ar livre limitado, um parque próximo pode ser o lugar perfeito para tomar um pouco de ar fresco e se exercitar. Quando sua comunidade tem um playground, você pode ter certeza de que as famílias têm acesso a oportunidades de atividade física.

3. Torne o exercício divertido

Há muitas maneiras pelas quais as crianças podem se exercitar ao ar livre, mas os playgrounds fazem um excelente trabalho ao envolver as crianças fisicamente por mais tempo e de maneiras mais variadas. Isso porque os playgrounds tornam o exercício divertido. Imagine a diferença entre encorajar uma criança a fazer polichinelos na sala de estar e trazê-la para um playground onde ela pode pular, escalar, balançar, deslizar e rastejar — tudo em um ambiente divertido projetado apenas para ela. Qual atividade é mais provável de atraí-los?

Playgrounds são feitos para crianças. Mesmo uma criança que pode não pedir para ir ao parquinho provavelmente começará a ficar animada quando chegar e conferir todas as atividades divertidas que estão ao seu alcance. Subir no céu em um balanço, equilibrar-se e escalar ao longo de uma pista de obstáculos ou descer um escorregador curvilíneo são atividades que são inconfundivelmente divertidas e envolventes para as crianças.

4. Ofereça entretenimento ativo e combata estilos de vida sedentários

Uma das razões pelas quais a inatividade se tornou tão prevalente entre os jovens de hoje é porque as crianças estão optando por gastar seu tempo livre em atividades sedentárias. As crianças podem optar por passar o tempo depois da escola ou nos fins de semana estacionados em frente à TV, por exemplo, ou percorrendo os feeds de mídia social em seus telefones. Na verdade, crianças de 8 a 18 anos passam uma média de 7,5 horas por dia olhando para uma tela para entretenimento.

Como a quantidade de tempo gasto em atividades sedentárias supera em muito a das gerações anteriores, os pais de hoje podem não saber como ajudar seus filhos a passar menos tempo olhando para uma tela e comendo lanches e mais tempo sendo fisicamente ativos. A resposta para muitas famílias é o tempo no playground. Os espaços lúdicos combatem atividades sedentárias e menos saudáveis, oferecendo uma alternativa divertida e envolvente. Quando as crianças descobrem a alegria de brincar ativamente, elas anseiam cada vez mais por essa forma de entretenimento.

5. Ajude as crianças a descobrirem suas paixões e serem elas mesmas

O playground também pode ser um ótimo lugar para as crianças serem elas mesmas. No playground, as crianças podem se envolver em vários tipos de brincadeiras. Através de brincadeiras individuais e em grupo, brincadeiras físicas e brincadeiras de faz de conta, as crianças podem experimentar diferentes tipos de atividades e descobrir o que amam.

Por exemplo, pode ser no playground que uma criança descobre pela primeira vez seu amor por arremessos, motivando-a a se juntar ao time de basquete e permanecer ativa durante todos os anos escolares. Ou podem perceber que têm um talento para o equilíbrio que os motiva a se envolver em atividades como dança, patinação ou artes marciais. Mesmo quando as crianças fazem toda a sua atividade física no playground sem se envolver em esportes, elas ainda podem ganhar um senso mais forte de si mesmas no playground.

6. Aumente a confiança e minimize a concorrência

Crianças obesas podem ter problemas com sua imagem corporal e sofrer de baixa autoestima. Sentir-se autoconsciente sobre seus corpos e habilidades pode evitar que algumas crianças se envolvam em esportes e jogos competitivos, o que aumenta o ciclo de inatividade e obesidade.

Comparado aos esportes competitivos, o jogo ativo no playground permite que as crianças desenvolvam habilidades físicas em um ambiente que acolhe a todos com um nível muito menor de pressão para realizar.

Mesmo as crianças que podem se sentir desconfortáveis em participar de brincadeiras em grupo têm a opção de brincar sozinhas no playground ou no parque e fazer o exercício de que precisam. Elas não precisam se preocupar em como vão se posicionar ao lado de seus pares. Em vez disso, elas podem seguir seu próprio ritmo e escolher atividades que as desafiem sem forçá-las demais.

Tornar a atividade física mais convidativa e acessível para todas as crianças pode ajuda-las a manter um peso saudável e aumentar sua confiança também. Na verdade, brincar vem com uma série de benefícios para a saúde mental das crianças. Elas podem sair do playground sentindo-se melhores e mais otimistas em relação à vida e mais motivadas para alcançar seus objetivos.

Labor Playgrounds

Na Labor Playgrounds, nós executamos projetos para sua área de lazer de forma completa, com equipamentos recreativos de alta qualidade e que seguem as normativas de segurança da ABNT. Além disso, também oferecemos o serviço de manutenções periódicas para os equipamentos.

Entre em contato conosco para que possamos entender como podemos ajudá-lo a desenvolver o melhor projeto de acordo com a sua necessidade.

Deixe um comentário